terça-feira, 18 de abril de 2017

BRASIL: OS MEGA-CALOTEIROS DA PREVIDENCIA SOCIAL



Grandes devedores, como Banco do Brasil, Bradesco, Itaú, Caixa Econômica Federal, Santander – campeões do lucro -  industriais, comerciantes e transnacionais conspirando para a falência da seguridade social da República? Além disso a sonegação fiscal onera a União!

AS TRES MAIORES EMPRESAS DO BRASIL NEGAM-SE A PAGAR O QUE DEVEM AO INSS




HÁ DUAS SEMANAS o atual ministro da Previdência social, Ricardo Berzoini, divulgou a lista com 176 mil devedores do INSS.  Notamos que entre os 500 maiores devedores estão entidades ligadas a saúde e a educação – em muitos casos até o governo federal, através dos anos, teria responsabilidade Já que são entidades que trazem benefícios ao País. Porém o escandaloso é que bancos, campeões do lucro, figuram entre os caloteiros – utilizando da matreira estratégia de advogados bem remunerados para o calote, e, por isso, agravar a situação social do Brasil.  O total das dívidas para com o INSS atingiu a soma de R$ 153 bilhões. Dívidas acumuladas através de anos de desprezo para com a cidadania e a República. A chamada dívida ativa chega a R$ 96 bilhões. Onde é que estavam os ministros e ministérios, gabinetes, fiscais, funcionários, MP, tão bem remunerados entre outros que deixaram rolar a esse nível a seguridade social? Se tem que haver reforma da Previdência é injusto e pérfido jogar a conta desses descalabros sobre quem honra o Brasil com seu trabalho honesto, pesando ainda mais sobre milhões a irresponsabilidade moral e social de banqueiros campeões do lucro e grandes empresários!
Conforme a Revista Época, Ricardo Berzoini descreve os “foram detectados pelos menos seis entraves relativos à cobrança do INSS que estão sendo corrigidos judicialmente, administrativamente e com propostas de mudanças na legislação. Esses entraves são a existência de sigilos e de dificuldades operacionais que impedem a localização de bens de devedores, o longo tempo de tramitação dos processos de execução que acabam por encontrar empresas em estado de insolvências, as brechas legais que permitem, sobretudo aos grandes devedores, interporem recursos que retardam a conclusão do processo de execução e a jurisprudência o Superior Tribunal de Justiça, [com membros sob suspeição], que não reconhece os sócios-gerentes de empresas devedoras como responsáveis solidários pelas dívidas”.  Além disso o ministro justifica a calotagem infame de grandes empresas e bancos, principalmente, “à falta de investimento histórica no aprimoramento do sistema de cobrança e judicial do INSS e a falta ou insuficiência de convênios para a troca de informações entre o INSS e as fazendas públicas da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos municípios”. É mais uma afronta, um acinte contra os cidadãos brasileiros que, mesmo pobres, mantém a trilionária máquina emperrada de governos irresponsáveis – que virou um organismo autofágico que se nutre das próprias mazelas para manter-se no poder. Como, por exemplo, deputados e senadores vendendo voto para emendas parlamentares, etc. Por incrível que pareça o próprio STJ dificulta o trabalho de quem tenta acabar com a fraudulenta omissão dos devedores.  

LISTA NEGRA DOS DEVEDORES DA PREVIDENCIA 

A lista completa foi divulgada no site do Ministério da Previdência Social (www.previdenciasocial.gov.br) e tem 174.790 nomes. A lista é um sistema de busca e a consulta não pode ser feita por devedores. As opções são por ordem alfabética, por limites da dívida, pelo nome da empresa ou pelo número do CNPJ, CEI ou CPF. Segundo o site, a relação de devedores será atualizada a cada três meses. Segundo a Época, afiliada da Globo, os 28 maiores devedores são: 1 - Transbrasil - R$ 408.961.727,05; 2 - Prefeitura de Campinas - R$ 402.835.156,30; 3- Varig - R$ 373.190.857,48; 4- Encol - R$ 325.375.930,63; 5- Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural R$ 255.933.527,65; 6- Viação Aérea São Paulo R$ 253.974.760,50;7- Caixa Econômica Federal R$ 253.734.750,29; 8- Fund. Educac. do Distrito Federal - R$ 252.821.344,58; 9- Secretaria da Educação de SC - R$ 229.205.902,89; 10- Cobrasma S/A - R$ 212.978.505,86; 11- Fundação de Apoio a Escola Técnica - R$ 194.434.373,61; 12- Companhia Docas do Estado de São Paulo - R$ 185.360.286,09; 13- Massa falida de Bloch editores S/A - R$ 178.458.947,92; 14- Cia Estadual de Águas e Esgotos - R$ 166.636.120,26; 15- Prefeitura de Manaus - R$ 161.129.994,78; 16- Ebid Editora Páginas Amarelas Ltda - R$ 157.127.951,12; 17- C R Almeida Engenharia e Construções - R$ 152.403.061,67; 18- Telesp - R$ 143.807.055,91; 19- Cia de Abastecimento D'água e Saneamento - R$ 141.716.362,12; 20- Estado de Roraima - R$ 123.596.195,64; 21- Seg Servicos Especiais de Seg. e Transporte - R$ 121.772.277,92; 22- Petrobras - R$ 116.971.331,45; 23- Banerj (Banco do Estado do Rio de Janeiro) - R$ 115.985.966,80; 24- Fundação Universidade de Passo Fundo - R$ 115.740.639,91; 25- Banesp (Banco do Estado de São Paulo) - R$ 107.207.231,67; 26- Empresa Municipal de Limpeza e Urbanização - R$ 104.726.437,44; 27- Vale do Rio Doce - R$ 102.766.867,70;  28- Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana) - R$ 101.086.930,04. Essa lista, no entanto, não bate com outras que estão sendo divulgadas – porém a dívida é real.[i]
BANCO DO BRASIL, MAIS DE UM TRILHÃO E MEIO DE ATIVO TOTAL: MAL EXEMPLO

BANCOS CAMPEÕES DO LUCRO E DA IRRESPONSABILIDADE SOCIAL 

ITAÚ UNIBANCO:  7ª MAIOR EMPRESA PREJUDICA PREVIDENCIA
Conforme a Revista Exame, da Abril, “o lucro dos maiores bancos brasileiros com ações negociadas em bolsa voltou a crescer entre abril e junho deste ano, após três trimestres seguidos de queda, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (12) pela provedora de informações financeiras Economatica. Juntos, BANCO DO BRASIL, BRADESCO, ITAÚ e SANTANDER lucraram R$ 13,46 bilhões no segundo trimestre de 2016 – nos três meses anteriores, o ganho havia sido de R$ 12,877 bilhões. Apesar da recuperação frente aos trimestres anteriores, o lucro líquido ficou abaixo dos R$ 17,346 bilhões do mesmo período de 2015, quando foi recorde”. Não falta dinheiro pra essa gente, falta pudor e vergonha na cara!
BRADESCO: BANCO ESQUECE RESPONSABILIDADE SOCIAL.
“Entre os bancos, o Itaú obteve o melhor resultado no segundo trimestre de 2016, com R$ 5,51 bilhões, seguido pelo BRADESCO com R$ 4,13 bilhões. O BANCO DO BRASIL registra o terceiro melhor resultado com R$ 2,46 bilhões e o SANTANDER aparece logo depois, com R$ 1,34 bilhões. Todos quatro tiveram alta no lucro em relação aos três meses anteriores”.[ii]
Valor de mercado
Os quatro bancos alcançaram, no dia 11 de agosto, o maior valor de mercado desde dezembro de 2006, início da série da Economatica. Juntas, as ações do BB, Itaú, Bradesco e Santander valiam quase meio trilhão de reais ao final do pregão. O número representa uma alta de R$ 150,9 bilhões, ou 43,26%, em relação aos R$ 348,9 bilhões em valor de mercado registrados pelos quatro bancos somados ao final de 2015, de R$ 348,9 bilhões.[iii]

Os Bancos maiores devedores do INSS e seus lucros astronômicos

Apesar do Brasil pagar altas taxas de juros no sistema financeiro internacional, inclusive para suprir o déficit da PREVIDENCIA SOCIAL, grandes instituições financeiras geraram muitos bilhões de lucros em apenas alguns trimestres de 2015/16. Os 10 maiores devedores da Previdência devem a Nação R$ 14.846.236.617,82! (Quatorze bilhões, oitocentos e quarenta e seis milhões, duzentos e trinta e seis mil, seiscentos e dezessete reais e oitenta e dois centavos). Quando pagarem, se pagarem esses valores serão acrescidos de juros do mercado, multas e prisões por fraude?
O ITAU UNIBANCO deve R$ 88.871.826,29 – fora custas judiciais, juros de mora, correção monetária, multas, etc. O BANCO DO BRASIL deve R$ 208.255.682,71 (Já foi do Brasil, hoje é uma sociedade acionária); o BRADESCO deve 465.249.669,73; o BANCO DO ESTADO DE S.PAULO deve R$ 109.801.652,68; o SANTANDER deve a Previdência R$ 80.303.961,27; a CAIXA ECONOMICA FEDERAL, o chamado banco do povo, deve R$ 549.540.360,90.  Há inclusive bancos como o BANK OF AMERICA MERRIL LYNCK devendo R$ 74.265.867,50 e o alemão DEUTSCHE BANK S/A devendo R$ 69.690.343,26!
Por outro lado vejam só o BANCO DO BRASIL tem um ativo total de 1,4 trilhão de reais, Patrimônio Líquido de 73,959 bilhões e teve lucro, 03.16, de R$ 2.378.000.000,00!;
A CAIXA ECONOMICA FEDERAL tinha em 2015 um ativo total de 1,203 trilhão, em 03.16 esse ativo foi de R$ 1,242 trilhão. Seu patrimônio líquido em 3.16: 554.791 milhões de reais;
O BANCO ITAU UNIBANCO – a 7ª maior empresa do Brasil, segundo a FORBES, tinha um ativo total de 1,204 trilhão, em 3.16 e de 1,285 trilhões em 3.15. Seu lucro líquido, em 3.16 foi de 4,463 bilhões em suas 3.680 agencias.
O BRADESCO, em 3.16 tinha um ativo total de R$ 316.924.557 bilhões. Seu patrimônio líquido em 3.16 era de 94,067 bilhões. Seu lucro líquido em 3.16 foi de 4.128 bilhões.
O BANCO SANTANDER tinha em 3.16 ativos totais de R$ 676.006 bilhões, Patrimônio líquido em 3.16 de 60.12 bilhões em suas 2.655 agencias do Brasil. Segundo a Revista FORBES o Banco do Brasil é a 3ª maior empresa do País, o BRADESCO ocupa o 2º lugar e o ITAÚ é o campeão. Porém com a imagem suja em função da IRRESPONSABILIDADE SOCIAL!
VALE: DESTRUIU O RIO DOCE - IRRESPONSÁVEL!
Fazer agiotagem com dinheiro da República não é privilégio de banqueiros, apenas. Eis algumas das maiores empresas brasileira, DEVEDORAS DA PREVIDENCIA SOCIAL. A JBS, a 5ª maior empresa brasileira, no ranking da FORBES, e figura no noticiário sob graves suspeitas de corrupção teve, em 2015, lucro líquido de R$ 120,470 bilhões; A FORBES classifica a VALE DO RIO DOCE, que por irresponsabilidade social e ambiental matou o Rio Doce-MG, como a 6ª maior empresa do País. Teve nesse ano lucros de R$ 88,275 bilhões; a multinacional VOLKSWAGEN teve lucro líquido de R$ 21,027 milhões; as LOJAS AMERICANAS, lucros de R$ 16.145,7 milhões e a COPEL-PR um lucro de R$ 13.918,5 milhões.

Outras empresas devedoras de grande porte e suas dívidas com a PREVIDENCIA SOCIAL

A MENDES JR ENGENHARIA deve R$ 393,357 milhões; a EBCT – Correios – deve R$ 378,022 LOJAS AMERICANAS deve R$ 166,028 milhões; a FORD BRASIL deve R$ 141,156 milhões; a VOLKSWAGEN deve R$ 111,382 milhões e a MERCEDES BENS, que fornece a milionários carros dos mais caros do mundo deve a PREVIDENCIA DO BRASIL o total de R$ 111,281 milhões. Cancelem suas contas nesses bancos e com pras em empresas fraudulentas da seguridade social!

APESAR DE MORDOMIAS E INCENTIVOS A INDUSTRIA AUTOMOTIVA...
TAMBÉM DA CALOTE NO INSS!
 OS MAIORES DEVEDORES FISCO DA UNIÃO, 
SEGUNDO O MINISTÉRIO DA FAZENDA

O Ministério da Fazenda acaba de divulgar uma lista com as 500 maiores empresas devedoras do Fisco. A VALE DO RIO DOCE, a 6ª maior empresa do Brasil pela FORBES, é a líder com uma dívida de R$ 41,9 bilhões, seguida por CARITAL BRASIL, antiga Parmalat Brasil e que deve R$ 24,9 bilhões. Em terceiro lugar está a PETROBRÁS, com R$ 15,6 bilhões em débitos não saldados com a União.

O total devido por essas 500 companhias da lista somam R$ 392,3 bilhões, de acordo com dados da Procuradoria-Geral da Fazenda. Esse montante, se fosse quitado de uma única vez, equivale 14,5 milhões de Bolsas Famílias, sem contar que seria suficiente para cobrir o rombo das contas públicas de 2014, de R$ 32,5 bilhões, e ainda ajudaria o governo a cumprir a meta fiscal inicial para este ano, de 1,1% do Produto Interno Bruto (PIB), ou R$ 66,3 bilhões. No entanto, o restante, pouco mais de R$ 290 bilhões, não seriam suficientes para consertar definitivamente o descompasso fiscal do governo, que gasta bem mais do que arrecada todos os anos, o que contribui para o aumento do rombo nas contas públicas.
As empresas aéreas que chegaram a liderar o mercados no século passado e faliram durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva: Vasp, Varig e Transbrasil, também integram a lista, com dívidas de R$ 6,2 bilhões, R$ 4,6 bilhões e R$ 2,2 bilhões, respectivamente.
O Banco Bradesco – Segunda maior empresa do Brasil, segundo a FORBES - está em 7o lugar entre as maiores devedores do Fisco, com o maior montante entre as instituições financeiras da lista: R$ 4,9 bilhões. Na sequência está o extinto Banco Nacional, que, de acordo com a Fazenda, está em processo de liquidação e tem um débito de R$ 2,6 bilhões. O Banco Itaucard aparece em 44o lugar na lista, devendo R$ 1,3 bilhões. Na 49a posição está o Banco Econômico, também em liquidação, devendo R$ 1,2 bilhões.[iv]

A JBS, A 5ª  MAIOR EMPRESA DO BRASIL: TAMBÉM CALOTEIRA


Os 10 maiores devedores de impostos (em bilhões)

1 – Vale do Rio Doce: 41,9 BILHÕES
2 - Carital Brasil Ltda: 24,9
3 - Petrobras: 15,6
4 - Industrias de Papel R Ramenzoni S/A: 9,7
5 - Duagro Adm e Participações: 6,5
6 - Viação Aérea São Paulo (Vasp): 6,2
7 - Banco Bradesco: 4,8 BILHÕES
8 - Varig: 4,6
9 - American Virginia Ind e Comércio Exp. De Tabacos Ltda: 4,1
10 - Condor Factoring Fomento Comercial: 4,1
Total devido das 500 maiores: 392,3 BILHÕES

PREVIDENCIA: AUDITAR ANTES DE PENSAR EM REFORMAR

Segundo o site do MINISTÉRIO DA PREVIDENCIA, “a manutenção do sistema previdenciário sustentável é um dos maiores desafios que se impõe ao Estado brasileiro neste momento. Ao propor uma reforma, o governo quer evitar que seja colocado em risco o recebimento de aposentadorias, pensões e demais benefícios por esta e as próximas gerações. A cada mês são pagos, rigorosamente em dia, quase R$ 34 bilhões correspondentes a cerca de 29 milhões de benefícios, somente no Regime Geral de Previdência Social (RGPS)/INSS. As despesas do INSS estão em torno de 8% do PIB e, se nada for feito, as projeções para 2060 apontam que o percentual deve chegar a 18%, índice que inviabilizaria a Previdência. No ano passado, o déficit do RGPS (coberto com recursos da Seguridade Social – da qual a Previdência faz parte) chegou perto de R$ 150 bilhões. A despesa cresce mais se forem adicionados os benefícios pagos aos servidores públicos da União, estados e municípios. Em 2016, somente o déficit do Regime Próprio dos Servidores da União (civis e militares) passou de R$ 77 bilhões. Envelhecimento – Os ajustes propostos são imprescindíveis para a manutenção da Previdência e do conjunto de benefícios previdenciários, diante da mudança acelerada do perfil da sociedade brasileira: estamos vivendo mais. Aliado a isso, houve diminuição da fecundidade, o que altera a proporção de ativos e inativos no mercado de trabalho”.
“Proposta – As novas regras da Proposta de Emenda Constitucional nº 287/2016 valerão integralmente para quem tem menos de 45 anos de idade (mulheres) e 50 anos (homens). Nada muda para quem tem direitos adquiridos – já recebe benefícios ou completou as condições de acesso. De modo a garantir uma transferência mais tranquila para a nova situação, haverá regras transição para quem tem 45 anos ou mais (mulheres) e 50 anos ou mais (homens). O objetivo da reforma, além de garantir sustentabilidade ao sistema, é promover a equidade entre os regimes dos trabalhadores da iniciativa privada e dos servidores públicos”.
AUDITORIA – Porém ninguém fala em auditoria. Recursos do INSS vem sendo exonerados, isto é, transferidos para outros setores do governo. Há calote geral por parte de milhares de empresários. Grandes obras foram construídas com recursos da SEGURIDADE SOCIALA, tais como Usinas Nucleares, Ponte Rio Niterói, ITAIPU Binacional, Ponte Rio Niterói, etc. Esses recursos, entre outros, como na Construção de Brasília foram DEVOLVIDOS?
HÁ um descalabro geral, corrupção sistêmica, custos exorbitantes nos 3 Poderes. O BRASIL vive a pior crise moral, ética e social de todos os tempos. É um dos mais ricos do mundo em termos ambientais, energia eólica e solar, terras férteis, tem recursos trilionários em minérios e metais nobres. Quem é que está se beneficiando dessas riquezas? Os cidadãos querem justiça e as forças armadas devem intervir, em princípio de forma diplomática mas firme, alertando para a necessidade de mudança de direção, antes que seja tarde demais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário